6 de jan de 2012

Manual da BFF

  Manual da BFF
Uma amiga quase irmã, que entende e conhece você até pelo avesso. Sua Best Friend Forever é, sem dúvida, in-crí-vel. 

Para rir, para chorar, para se divertir e até para brigar (e depois fazer as pazes). É sempre ela quem está ao seu lado. Claro, ela é sua Best Friend Forever, ou BFF, para as íntimas! Vocês se entendem só pelo olhar e ela conhece todos os seus segredos. É uma amizade única! Só quem tem uma sabe o quanto é bom ter uma amiga-irmã em todos os momentos. Mas não basta apenas falar que é BFF de alguém. Para manter uma amizade é preciso saber cuidar bem da sua melhor amiga, sem precisar abrir mão dos seus gostos e da sua personalidade. A Atrevidinha pediu a ajuda das nossas BFFs e preparou um manual para descobrir como ser a amiga per feita.
Como superar as brigas? 
Não é fácil mesmo ser pré-adolescente. Tanta coisa muda que até a gente acaba se perdendo. Talvez por isso começamos a nos sentir, sem qualquer razão, diferente de nossos amigos. Foi o que aconteceu com a Ana Carolina Trinca. “Eu fui percebendo que minha BFF estava estranha. Ela veio me perguntar o que tinha acontecido, a gente conversou e prometemos que não iria acontecer de novo. Na conversa, ela disse que também estava me achando estranha”, conta Ana. Mas, no fim, ela e sua BFF não conseguiram superar essas diferenças. As duas ainda são amigas, mas não como antes. “Hoje ela tem outra BFF. Eu tenho meus amigos e a minha BFF também. Eu aprendi muita coisa com tudo isso, porque eu ficava muito tempo pensando em tudo e aprendendo como ser, como fazer”, finaliza.
O importante é sempre conversar com sua amiga quando ela tomar alguma atitude que você não aprova, ou se você sentir que ela está agindo diferente. Assim, vocês conseguem superar as briguinhas numa boa!
Um ombro amigo
A pré-adolescência é uma fase de muitas inseguranças, por isso acabamos encontrando na BFF um ombro amigo, alguém que está passando pelas mesmas coisas que a gente e por isso nos entende. “A adolescente é muito insegura e precisa muitas vezes ‘se colar’ numa amiga para se sentir melhor”, explica a psicóloga Lea Michaan. “Por isso, é muito comum vermos amigas adolescentes se vestirem de forma muito parecida. A menina se sente mais segura quando se veste, se penteia, se maquia ou até mesmo fala como as amigas”, continua. A BFF da Atrevidinha Marina Rangel dá a dica: “Para manter uma BFF, é necessário cuidar dela como se ela fosse sua irmã”. Mas isso também não quer dizer que você precisa concordar com tudo que ela faz, mesmo quando não está certa. A BFF Rafaela Provensi concorda: “Tem de saber falar quando a amiga está errada”. Mas como saber a hora certa de dar bronca ou identificar quando sua amiga precisa de um abraço? A Atrevidinhamontou um manual com dicas para ajudá-la nessa amizade. Dá uma olhada na próxima página. ;)

Personalidades diferentes? 
Geralmente nossa BFF é superparecida com a gente. Curte as mesmas músicas, adora os mesmos filmes e sonha com os mesmos gatinhos.Mas será que é um problema se ela não fortão parecida assim?“De fato, os opostos se atraem para a conversa ficar mais interessante e ter equilíbrio nas amizades, afinal, que graça tem se eu me relacionar com alguém muito parecido comigo?”, questiona a psicóloga Lea Michaan. E se sua BFF é diferente de você e vocês convivem com isso numa boa, mas quem não curte muito são seus pais, a doutora Lea aconselha o diálogo: pergunte com jeitinho para os seus pais por que eles não aceitam sua amizade e, se eles estiverem errados, diga a eles por que não concorda com eles e apresente pontos positivos da BFF. “Nossos pais sempre desejam o melhor para nós, o problema é que nem sempre eles sabem como fazê-lo”, explica Lea. Agora, se as razões que eles apresentarem forem fundamentadas e puderem ser prejudiciais a você, é preciso ouvi-los.


10 DICAS para ser uma super-BFF

Ser amiga para TODA A HORA: “Uma amiga de verdade é para todos os momentos”, opina Vitória Minari. Não basta estar ao lado da BFF só na hora da diversão. Naquela hora mais difícil, a amiga também deve estar por perto para saber consolar e tentar ajudar com alguns conselhos.
Ter outros AMIGOS: além da sua BFF, é bacana e possível ter outros amigos. O fato de que sua amiga se relaciona com outras pessoas não significa que ela não poderá mais se relacionar com você. Na verdade, aumentar a turma de amigos sempre é positivo: mais gente para ir passear, viajar ou simplesmente dar risada!
Pequenos AGRADOS: “Mostrar que gosta, seja com um cartão ou uma foto no Orkut”, sugere Luara Taufe. Realmente, todo mundo gosta de um agradinho. Coisa pequena mesmo. Um telefonema, uma cartinha, um chocolate... Só para lembrar a sua BFF o quanto você gosta dela.
Aceitar e aprender com AS DIFERENÇAS: por mais parecidas que vocês sejam, com certeza você e sua BFF têm algumas diferenças. Sabendo lidar com elas, a amizade de vocês vai crescer e ficar cada dia mais forte. “Todo relacionamento pode nos acrescentar algum aprendizado. Desenvolver a capacidade de dar e receber e também a nossa capacidade de escuta”, explica a psicóloga.
SURPREENDER: vocês sempre fazem os mesmos passeios, com as mesmas pessoas e passam pelo mesmo caminho. Que tal mudar um pouco? Sugira para sua BFF uma atividade nova! Se vocês estão todos os finais de semana no shopping, por que não aproveitar um dia de sol e partir para um piquenique no parque?
VALER a pena: já parou para pensar que às vezes você pode ter a melhor BFF do mundo ao seu lado e não estar sendo tão legal com ela quanto ela é com você? Perceber seus erros, saber pedir desculpas e tentar melhorar são atitudes que vão certamente garantir que sua amizade dure por muito tempo!
UNIDAS, jamais serão vencidas: defender e ajudar é o que sugere a BFF Marina Rangel para quem quer ser uma amiga exemplar. Ter uma amiga que te defende pode ser bem legal mesmo! Não se esqueça de retribuir tanta lealdade.
Gente a matéria que eu achei era muito grande então dividi ela em 3 partes!!Mas posto tudo hoje!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário